Home > Bahia > Wajngarten foi lobista buliçoso, diz Otto após pedir reconvocação de ex-secretário em CPI

Wajngarten foi lobista buliçoso, diz Otto após pedir reconvocação de ex-secretário em CPI

O senador Otto Alencar (PSD-BA, autor de um requerimento que pede a reconvocação de Fabio Wajngarten na CPI da Covid, afirmou não ter dúvidas de que do ex-secretário de Comunicação Social da Presidência da República atuava como lobista dentro da estrutura do governo federal.

Wajngarten foi acusado pelo relator Renan Calheiros (MDB-AL) de mentir em depoimento no colegiado ao negar críticas ao ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, a quem, em entrevista recente à revista Veja, acusou de “incompetência” em meio ao processo de aquisição de vacinas oferecidas pela farmacêutica Pfizer.

No requerimento protocolado por Otto, o senador baiano solicita uma acareação entre Wajngarten e o jornalista Policarpo Júnior, repórter da revista Veja, para que ambos prestem esclarecimentos sobre quais os nomes citados como “incompetentes e ineficientes” na estrutura organizacional do Ministério da Saúde.

“A situação que estamos vivendo, neste momento, em nosso País, de falta de vacina, sem dúvida nenhuma é resultado da política equivocada do governo federal. Na CPI, ouvimos o depoimento do presidente regional da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo. Ele confirmou ter sido o Fábio Wajngarten que provocou a empresa para compra de vacina”, escreveu Otto em suas redes sociais.

“Não tenho a menor dúvida: o ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro funcionava como lobista buliçoso dentro da estrutura do Executivo federal. Wajngarten mentiu e será ouvido novamente pela comissão a meu pedido”, publicou o parlamentar.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Defensorias questionam à Prefeitura exigência de documentos para vacinação infantil

A Defensoria Pública da União e a Defensoria Pública do Estado solicitaram da Prefeitura de Salvador e da Secretaria Municipal ...