Home > Bahia > Tiago Correia defende rompimento de contrato com a ViaBahia e nova licitação na BR-324

Tiago Correia defende rompimento de contrato com a ViaBahia e nova licitação na BR-324

O deputado estadual Tiago Correia (PSDB) voltou a tecer críticas contra o serviço de baixa qualidade prestado pela concessionária ViaBahia, responsável pelos pedágios na BR-324. O parlamentar defende que o contrato de concessão seja rompido e uma nova licitação seja feita na rodovia.

“O ministro Tarcísio [Gomes de Freitas, da Infraestrutura] já esteve aqui na Bahia, já tratou com a ViaBahia que ela não vem cumprindo o que foi acordado na concessão dessa importante rodovia, que é a porta de entrada da nossa capital”, declarou, em entrevista ao programa “Sete Em Ponto”, da Metrópole FM, na noite desta segunda-feira (3).

“Essa rodovia já deveria estar duplicada de Conquista ao norte do estado de Minas Gerais. Isso não aconteceu. Já houve ação judicial e a Via Bahia vem protelando. O ministro já sinalizou a possibilidade de um distrato desse contrato para que essa rodovia possa ser licitada novamente. Não dá para ter a ViaBahia cobrando pedágio prestando um péssimo serviço”, completou.

Em outubro de 2020, Tarcísio esteve na Bahia e revelou que a concessionária responsável pela manutenção dos trechos da rodovia federal não cumpriu nem 30% do contrato. O ministro da Infraestrutura explicou que o governo federal entrou com um processo de arbitragem para realizar o rompimento da concessão.

“É um contrato que arrecadou 90% dos recursos previstos no plano de negócio e, no entanto, eles executaram só 30% das obras que ingressaram posteriormente na faixa marginal e não fizeram nenhuma duplicação condicionada. Deixaram de executar 441 quilômetros de duplicação, deixaram de realizar mais de 750 milhões de reais de investimentos”, destacou Freitas.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Prefeitura vai abrir cadastro de segunda dose para quem se vacinou em outros municípios

Nesta sexta-feira (15), em entrevista à Rádio Metropole, o secretário municipal da Saúde (SMS), Leo Prates, anunciou que Salvador vai ...