Home > DESTAQUES > Prefeitura homenageia professores do Nossa Rede na TV

Prefeitura homenageia professores do Nossa Rede na TV

Neste mês em que é celebrado o Dia do Professor (15 de outubro), os 128 docentes que integram o programa Nossa Rede na TV, realizado pela Secretaria Municipal da Educação (Smed), foram homenageados nesta quinta-feira (21), em cerimônia ocorrida no Palácio Thomé de Souza. Estiveram presentes o prefeito Bruno Reis, o titular da Smed, Marcelo Oliveira, e demais autoridades.

O Nossa Rede na TV foi aplicado para manutenção das aulas de forma não presencial durante a pandemia do novo coronavírus, por meio de teleaulas, e hoje também atua no reforço escolar de crianças, adolescentes, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Durante o evento, os educadores receberam uma placa de homenagem e um certificado pela dedicação e empenho na elaboração e gravação das teleaulas, contribuindo para a educação pública municipal num momento tão delicado.

Até o momento foram produzidas mais de 5 mil aulas. A iniciativa deu tão certo que, mesmo com a retomada das aulas presenciais, os programas pedagógicos televisivos continuam sendo gravados e exibidos para que os estudantes possam reforçar o aprendizado.

O chefe do Executivo municipal destacou a importância do programa para garantir a educação em meio ao cenário provocado pela Covid-19. “Na pandemia surgiram muitas dúvidas. Não sabíamos quanto tempo duraria e um dos maiores desafios foi buscar alternativas para que os jovens não ficassem sem aula. Na ocasião, tínhamos caminhos a seguir. Mas, o que era palpável e real era a metodologia que adotamos em Salvador. Contratamos dois canais de televisão, conteúdos digitais, mas tudo isso só foi possível graças a esses profissionais, que fizeram a diferença”, afirmou.

Caminhos – O prefeito destacou ainda que o caminho para a Educação hoje é investir em novas tecnologias, aliado à figura do professor. “Temos um longo desafio pela frente para compensar, apesar de todo esforço que fizemos. As ferramentas tecnológicas vieram para ficar e vamos implantar sistemas em toda a gestão da educação. A linguagem do mundo digital é global. Hoje nossas crianças competem com crianças do outro lado do mundo, e o que iria acontecer no futuro, a pandemia antecipou para o presente. E só há um caminho para amenizar os impactos dos últimos anos: investir no digital. Mas, é bom lembrar que, por mais que haja evolução da tecnologia, o professor é insubstituível”.

Para o secretário Marcelo Oliveira, a educação na capital baiana vive um momento muito especial. “Esse momento da batalha é de reconhecer os heróis. Quando as aulas foram suspensas e nossos alunos ficaram sem oportunidade de obter conhecimento de forma presencial, encontramos soluções criativas para enfrentar uma barreira intransponível da desigualdade econômica que não permite ainda que a totalidade dos nossos alunos tenham acesso à rede de computadores. Fizemos uma pesquisa em 2020 e apenas 20% dos alunos tinham acesso a computadores. Se tivéssemos optado por aulas pela internet, como na rede privada, teríamos alijado do processo 80% das crianças, isso seria uma indignidade. Foi decidido então fazer aula pela TV, que atinge de forma democrática e ampla nossas crianças. Vocês se doaram para fazer algo que não era de sua expertise, de sua prática”, avaliou, em referência aos professores.

Experiência – O Nossa Rede na TV teve início em junho de 2020 e contou com a colaboração de mais de 170 profissionais, entre professores, coordenadores da Smed e das gerências regionais e técnicos parceiros. As aulas estão sendo veiculadas em dois canais digitais abertos e exclusivos das TVs Aratu (4.2 e 4.3) e Band (7.2), com horários específicos para cada ano dos segmentos do Ensino Fundamental (anos iniciais), Ensino Fundamental (anos finais), Educação de Jovens e Adultos e Regularização de Fluxo.

Atuando na Escola Epaminondas Berbert de Castro, em Pernambués, a professora do Fundamental I, Ana Lúcia da Anunciação, de 54 anos, fala da experiência após 16 meses de programa. “Para mim foi um grande desafio participar do Nossa Rede, pois nunca havia realizado algo assim. Entretanto, o momento que estávamos enfrentando pediu e foi uma maneira de contribuir com os alunos, além de uma oportunidade de estar perto deles, contribuindo como educadora”, disse.

O professor e pesquisador Renê dos Santos, de 46 anos, da Escola Elísio, declarou que em um momento tão delicado, o programa foi uma forma de dar a própria contribuição. “Além da pandemia, a experiência de aula remota foi uma novidade para todos. Percebi, ao longo do processo, que, além de atingir os alunos, muitas pessoas que estavam em casa devido à pandemia também foram beneficiadas com esta ação, atingindo então crianças, jovens, adultos e idosos”, destacou.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Inscrições para a 1ª etapa do Revalida começam nesta segunda-feira

As inscrições para a primeira etapa do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituição de Educação Superior ...