Home > DESTAQUES > Prefeitura assina contrato para operacionalização do CredSalvador

Prefeitura assina contrato para operacionalização do CredSalvador

A Prefeitura de Salvador dá mais um passo para a implantação do CredSalvador, linha de crédito destinada a microempresas, microempreendedores individuais, cooperativas ou associações de pequenos empreendedores, além de profissionais autônomos e liberais de baixa renda de Salvador. O contrato para operação do programa foi assinado nesta quinta-feira (28), pelo prefeito Bruno Reis e pelo representante da Nexoos (empresa do grupo Ame/Americanas), Marcelo Naufal, em cerimônia ocorrida no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande.

“Na ocasião da criação do CredSalvador, anunciamos R$10 milhões de reais em microcrédito. De lá para cá, iniciamos a contratação da fintech para gerenciar o crédito. Agora, o contrato está sendo assinado, para que esse crédito possa ser disponibilizado em breve para o público-alvo”, afirmou Bruno Reis.

O CredSalvador foi criado como parte das ações emergenciais da administração municipal para retomada econômica e enfrentamento dos impactos causados pela pandemia de Covid-19. A lei foi sancionada em abril deste ano e o programa deverá disponibilizar um total de R$10 milhões ao público a ser beneficiado.

Conceito – A iniciativa tem como objetivo fomentar o segmento econômico e promover a geração de emprego e renda, atendendo a uma parcela da sociedade que usualmente possui pouco acesso ao sistema financeiro tradicional. Para isso, foi criado o Fundo de Crédito Emergencial do Município de Salvador (FCE), vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), para oferta de microcrédito, com a prática de juros máximos de 0,7% a.m.

Com o CredSalvador, a Prefeitura pretende ofertar microcrédito de forma rápida, eficaz e desburocratizada, para que os microempreendedores tenham condições de manter ativos os seus negócios, possam ter capital de giro, fazer investimentos, permanecer na cadeia produtiva e honrar com seus compromissos financeiros.

Além do microcrédito, que será processado por meio de plataforma digital, com valores de R$500 a R$15mil, carência de até seis meses e parcelamento em até 24 meses, o beneficiário terá acesso à capacitação em empreendedorismo e gestão financeira, para aplicação nos próprios negócios.

Perfil – Para ter acesso ao CredSalvador, o interessado deve ter registro, permissão, licença ou alvará de funcionamento em Salvador, conforme a natureza da ocupação ou situação fiscal. Do total de pedidos, ao menos, 30% será destinado a pessoas negras. No sentido de incentivar o empreendedorismo de mulheres, o programa vai priorizar o microcrédito a mulheres microempreendedoras individuais, proprietárias de microempresas, profissionais autônomas e liberais, cooperativas e associações criativas e solidárias organizadas por mulheres.

Motivação – A Prefeitura compreende os pequenos negócios como um importante segmento na movimentação da economia brasileira, responsáveis pela geração de empregos e arrecadação de impostos. Segundo o Boletim de Estudos e Pesquisas do Sebrae (2017), 9 milhões de micro e pequenas empresas participam com 27% do Produto Interno Bruto (PIB), integram 98,5% do total de empresas privadas e colaboram com 54% de carteiras assinadas no país.

Atualmente, a capital baiana possui 225.723 microempresários individuais (MEI) e 406 trabalhadores por conta própria. “Sem dúvida, os pequenos negócios representam um segmento importante e têm colaborado com a dinâmica da economia do país”, destaca a secretária da Semdec, Mila Paes. De acordo com a titular da pasta, o empréstimo por meio de políticas públicas a microempresas gera retorno para a cidade, pois, segundo estudos, a cada R$1 de empréstimo, R$4,50 voltam para o PIB do município.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Defensorias questionam à Prefeitura exigência de documentos para vacinação infantil

A Defensoria Pública da União e a Defensoria Pública do Estado solicitaram da Prefeitura de Salvador e da Secretaria Municipal ...