Home > DESTAQUES > Otto Alencar critica Bolsonaro: “O presidente da República teima”

Otto Alencar critica Bolsonaro: “O presidente da República teima”

 O senador Otto Alencar (PSD) voltou a criticar as ações do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia da Covid-19. Médico por formação, o parlamentar baiano foi entrevistado no programa “Sete em Ponto”, da Metrópole FM, na noite desta segunda-feira (1º).

Na atração, Otto frisou que o recuo da doença só é possível com a vacina. Ele relembrou uma declaração de Bolsonaro no início de fevereiro, quando admitiu que a cloroquina pode ter um efeito de “placebo” em pacientes e depois voltou atrás.

“O presidente da República teima. É uma coisa que eu não entendo. […] Não posso entender um presidente da República que diz uma coisa em pé e outra sentado”, alfinetou.

Alencar também afirmou que o chefe do Palácio do Planalto pode agir para baixar os preços dos combustíveis. “O presidente Jair Bolsonaro pode baixar até 10% dos combustíveis. Porque a Agência Nacional do Petróleo publicou em 2019 uma resolução que as empresas que produzem álcool não podem vender direto da refinaria direto para o posto de combustível. Tem que passar por uma distribuidora”, declarou. “Basta ele ligar para a ANP e dizer para cancelar essa resolução”.

Eleições 2022
Otto afirmou que ainda não decidiu como vai se posicionar em 2022: se vai tentar a reeleição ao Senado ou tentar outro tipo de mandato. “A gente só toma decisão política quando o momento exige a decisão”, ressaltou. Nos bastidores, o parlamentar é cotado para ocupar a vice do senador Jaques Wagner, que deve representar o PT na corrida ao Governo do Estado.

Sobre admin

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Defensorias questionam à Prefeitura exigência de documentos para vacinação infantil

A Defensoria Pública da União e a Defensoria Pública do Estado solicitaram da Prefeitura de Salvador e da Secretaria Municipal ...