Home > Brasil > Nelson Teich confirma que pediu demissão após Bolsonaro avisar que iria distribuir cloroquina

Nelson Teich confirma que pediu demissão após Bolsonaro avisar que iria distribuir cloroquina

Segundo ministro da Saúde do governo Bolsonaro desde o início da pandemia de Covid-19, o médico Nelson Teich confirmou em depoimento à CPI da Covid nesta quarta-feira (5) que a insistência do presidente em apostar na distribuição de cloroquina como tratamento contra o novo coronavírus, foi o principal motivo para o seu pedido de demissão – 29 dias após substituir Mandetta.

Teich respondeu às perguntas do relator Renan Calheiros (MDB-AL) e disse ter percebido que não teria autonomia na condução das políticas públicas que planejava implantar para tentar conter a disseminação da doença.

Uma série de eventos antecederam o seu pedido de demissão, lembra Teich. Na semana da sua saída do cargo, o presidente disse em entrevista na saída do Palácio da Alvorada que o ministro precisaria estar “afinado” com o Executivo.

No dia anterior à saída do ministro, Bolsonaro anunciou em uma reunião com empresários e, mais tarde, em uma live nas redes sociais, que iria promover a “expansão” do uso do remédio comprovadamente ineficaz, como principal mecanismo de combate à pandemia.

“No dia seguinte, eu peço a exoneração”, resumiu Teich, que comunicou a sua saída no dia 15 de maio de 2020.

Ele foi substituído pelo general Eduardo Pazuello, que já foi trocado pelo médico Marcelo Queiroga. Ambos ainda vão depor à CPI da Pandemia no Senado Federal.

O oncologista nega que se sinta “enganado” pelo governo Bolsonaro, mas reconhece que menos de um mês após aceitar o convite, percebeu que não teria “autonomia necessária” para gerir a pasta.

“O pedido específico foi pelo desejo de ampliação do uso da cloroquina. Esse era um problema pontual, mas refletia em uma falta de autonomia e falta de liderança”, justificou Teich, que afirmou, contudo, não ter sofrido nenhum tipo de retaliação.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Prefeitura vai abrir cadastro de segunda dose para quem se vacinou em outros municípios

Nesta sexta-feira (15), em entrevista à Rádio Metropole, o secretário municipal da Saúde (SMS), Leo Prates, anunciou que Salvador vai ...