Home > DESTAQUES > Bruno Reis diz que impediu aumento de tarifa de ônibus e desabafa: “Ninguém aplaudiu, só faz cobrar”

Bruno Reis diz que impediu aumento de tarifa de ônibus e desabafa: “Ninguém aplaudiu, só faz cobrar”

Com uma grave crise enfrentada pelas empresas de ônibus em Salvador, o prefeito Bruno Reis (DEM) disse que abriu mão do aumento da tarifa de ônibus na capital, que seria reajustada na última sexta-feira (12), em razão da crise econômica potencializada pela pandemia de Covid-19.

Em entrevista ao Balanço Geral, da TV Itapoan, nesta segunda-feira (15), o prefeito desabafou ao relatar que “ninguém aplaudiu” a sua intervenção para evitar o aumento.

“Era para ter dado aumento na sexta-feira, não dei, não tem condições. Mas ninguém aplaudiu o prefeito, só faz cobrar”, ressaltou o prefeito, que citou os aumentos progressivos no diesel, que impacta na tarifa.

Logo em seguida, o democrata reconheceu que a cobrança é natural do seu cargo. “Mas não tem problema esse é o meu papel, tenho que ser cobrado para trazer soluções”, completou.

O déficit das empresas de transporte é um problema não só em Salvador, como em diversas cidades do Brasil, como listou Bruno Reis. Em Teresina, capital do Piauí, a greve dos rodoviários parou por quase um mês o serviço na cidade.

Segundo Bruno Reis, mudanças nos últimos anos como o aumento de transporte por aplicativos como Uber, ou do desenvolvimento dos bairros que diminui a demanda por ônibus, são pontos que contribuíram para o sucateamento do serviço.

Todo mês, de acordo com o prefeito, o município desembolsa R$ 14 milhões para cobrir o rombo das empresas de ônibus, uma vez que 90% da frota continua rodando, mas a lotação diária caiu para 60%.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Defensorias questionam à Prefeitura exigência de documentos para vacinação infantil

A Defensoria Pública da União e a Defensoria Pública do Estado solicitaram da Prefeitura de Salvador e da Secretaria Municipal ...