Home > Bahia > Bahia cria Conselho para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais

Bahia cria Conselho para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais

O governo da Bahia instituiu, através de atos publicados no Diário Oficial deste sábado (13), o Conselho Estadual para a Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais (CESPCT), órgão colegiado e consultivo, que passa a integrar a estrutura da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). Os atos foram assinados pelo governador Rui Costa (PT) e atendem demandas da sociedade civil, fortalecendo o trabalho de discussão, criação e execução de políticas afirmativas.

 

O conselho tem como atribuição garantir os direitos dos povos e comunidades, no âmbito das questões territoriais, socioambientais, econômicas e culturais, dentre outros aspectos, considerando seus costumes, conhecimentos, saberes e fazeres ancestrais. Um conjunto de 35 membros, entre órgãos e secretarias, além de organizações da sociedade civil devem compor o colegiado, com mandato de duração de quatro anos.

 

A titular da Sepromi, Fabya Reis, considera que a criação do CESCPT é um avanço na importância política e representativa dos segmentos tradicionais. “Esta é, sem dúvidas, uma medida acertada do governador Rui Costa de reconhecimento e valorização deste colegiado, que já funcionava em caráter de comissão. O conselho poderá participar de decisões acerca de conferências, realizar controle social, monitorar e contribuir para a implementação da Política Estadual de Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais da Bahia. Um grande passo no diálogo e participação popular dos segmentos”, ressalta.

Sobre 71 Notícias

O 71 Notícias é um site contemporâneo, que traz para você os bastidores das notícias baianas e permite uma visão ampla sobre o cotidiano da Bahia e do Brasil.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
x

Veja Também

Prefeitura vai abrir cadastro de segunda dose para quem se vacinou em outros municípios

Nesta sexta-feira (15), em entrevista à Rádio Metropole, o secretário municipal da Saúde (SMS), Leo Prates, anunciou que Salvador vai ...